Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade

Você sabia que alguns transtornos como hiperatividade podem ter forte relação com o que consumimos?

hiperatividade

O TDAH é uma doença caracterizada pelo padrão persistente de desatenção e/ou hiperatividade.
E as pesquisas demonstram forte correlação entre casos de distúrbio de hiperatividade em pacientes sensíveis ao glúten!

O consumo exagerado de pães e massas seria o gatilho para o desenvolvimento dessas doenças neurológicas. Ao ingerir esses alimentos, as enzimas digestivas entram em ação para promover sua quebra, permitindo sua absorção adequada. No entanto, por ser uma molécula grande, alguns pedaços dessa proteína não são totalmente quebrados pelas enzimas. Assim, estas macromoléculas parcialmente digeridas podem ultrapassar a barreira intestinal, principalmente nos casos onde há uma permeabilidade intestinal alterada.
Ao atingir a corrente sanguínea, estas macromoléculas são identificadas pelo sistema de células de defesa como “invasoras”, havendo formação de um complexo antígeno-anticorpo. Este complexo viaja pela corrente sanguínea e pode se depositar, por exemplo, no sistema nervoso e causar sintomas psiquiátricos, cognitivos e de comportamento. Nesses casos, a retirada do glúten da dieta aliviou os sintomas em um número significativo de pessoas.

Outras pesquisas também concluiram que corantes à base de benzoato e conservantes encontrados em alimentos infantis e refrigerantes podem ser relacionados à hiperatividade e distúrbios de concentração em 300 crianças de 3, 8 e 9 anos de idade.
O pesquisador responsável pelo estudo, defendeu que um conservante usado em sorvetes e doces, estavam ligadas a um aumento de hiperatividade.

A complementação do tratamento com a Nutrição é, com certeza, garantia de sucesso na melhora dos sintomas e da qualidade de vida do paciente. Procure sempre um nutricionista funcional!

Até a próxima!

Anúncios

Documentário Muito Além do Peso

Esse documentário é do tipo tem que assistir.

É muito triste. Crianças de 4 anos com diabetes, bebês com menos de 1 ano de idade que tomando coca-cola na mamadeira, além dos problemas de pressão alta, diabetes, e até trombose, pasmem! Fora os exames médicos comparados aos de um idoso de 70 anos! 

As estatísticas são muito tristes. Depoimentos de crianças que estão totalmente envolvidas com comidas NADA nutritivas, aqueles que idolatram os maus alimentos (com o caso do menino que troca material escolar pelo lanche dos amigos). 

Vale a pena assistir e refletir sobre o futuro dessas crianças, que está em nossas mãos.

Divulguem!

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem