10 razões para consumir orgânicos

Já sabemos que a escolha por alimentos orgânicos contribui para uma boa saúde e preservação do meio ambiente. Os produtos orgânicos são livres de substâncias químicas, apresentam maior valor nutricional muito superior, melhor sabor e são sustentáveis.

A alimentação orgânica se preocupa com o que chega ao nosso prato, desde a produção até a hora do consumo. Afinal, o alimento orgânico não é simplesmente aquele que é produzido sem o uso de agrotóxicos. Toda a cadeia produtiva, desde o plantio até a venda, é manejada de forma a evitar danos ao meio ambiente, ou seja, de maneira sustentável.

Abaixo alguns motivos pelos quais você deve preferir o consumo de orgânicos:

1. As substâncias químicas ficam fora do seu prato

Os alimentos orgânicos são cultivados sem a utilização de agrotóxicos ou insumos artificiais, como inseticidas, herbicidas, fungicidas ou adubos químicos. Além disso, produtores de carnes, laticínios, aves e ovos orgânicos utilizam 100% de alimentação orgânica para os animais e evitam o uso de hormônios de crescimento e antibióticos. Os animais são criados ao ar livre, com áreas de exercício, abrigo, ar fresco e luz solar direta adequados para a espécie.

2. Maior valor nutricional

Por ser isentos de contaminação química e produzidos em solos balanceados e fertilizados com adubos naturais, os orgânicos possuem maior teor de vitaminas, minerais e antioxidantes quando comparados aos alimentos cultivados de forma tradicional. São isentos de substâncias tóxicas e nocivas à saúde.

3. Alimentos orgânicos possuem melhor sabor e aroma

Alimentos cultivados de forma orgânica são mais saborosos e seu aroma é mais intenso. Isso ocorre porque em sua produção não há agrotóxicos ou produtos químicos que alterem seu sabor e aroma.

4. Redução do risco de doenças

O consumo de produtos orgânicos evita problemas de saúde causados pela ingestão de substâncias químicas, tóxicas ao organismo. Os agrotóxicos deixam resíduos nos alimentos que podem provocar problemas respiratórios, distúrbios hormonais, reações alérgicas, problemas neurológicos e câncer.

Muffin de banana

Amei essa receita que achei no site do Mundo Verde. Não leva farinha de trigo nem leite de vaca, e o melhor, tem apenas 100 kcal!!! Ótima opção para um lanchinho da manhã ou da tarde.

Vamos a receita: 

Ingredientes

1 xícara (chá) de farinha de coco

¼ de colher (chá) de sal marinho

½ colher (chá) de fermento em pó

5 ovos

2 colheres (sopa) de óleo de coco

¼ de xícara (chá) de mel

3 bananas maduras, amassadas

½ xícara (chá) de castanha de caju (triturada)

Modo de preparo

Em um recipiente, misturar bem as bananas, os ovos, o óleo de coco e o mel. Em outra tigela, misturar a farinha de coco, o sal, o fermento e a castanha de caju. Misturar todos os ingredientes. Colocar a massa em formas de muffin, untadas. Assar em forno médio, por cerca de 25 minutos.

 A farinha de coco é fonte de fibras que ajudam no controle e na redução de colesterol e melhoram o funcionamento intestinal. Não contém glúten.

O mel é um alimento rico em nutrientes que fornecem energia e fortalecem o sistema imunológico.

muffin_banana

Receita – Brownie integral

Que tal um doce um pouco mais saudável? Mas com moderação hein?
 
Imagem

Ingredientes

½ xícara (chá) de óleo de coco

½ xícara (chá) de manteiga (pode ser a ghee)

7 colheres (sopa) de cacau em pó

4 ovos bem batidos

2 xícaras (chá) de adoçante à base de sucralose para uso culinário

1 xícara (chá) de farinha de trigo

1/3 de xícara (chá) de farinha de trigo integral

1 pitada de sal

2 colheres (chá) de essência de baunilha

1 xícara (chá) de nozes picadas grosseiramente

Modo de preparo

Em uma tigela, misture bem a manteiga e o óleo de coco. Se necessário. Adicione o cacau em pó e misture até ficar homogêneo.

Em uma tigela pequena, bata os ovos, o adoçante e o açúcar mascavo.

Acrescente as farinhas, o sal, a baunilha, as nozes e misture bem.

Em uma assadeira retangular, distribua a massa. Asse em forno a 180°C por 30 minutos. Espere esfriar antes de cortar.

Ahh o cacau em pó é rico em antioxidantes, que trazem benefícios à saúde do coração e retardam o processo de envelhecimento.

De volta à rotina

20140422-092536.jpg

Feriados como este sempre acabam tiram a gente da rotina, certo?
E agora? Como retomar a dieta?

Minha sugestão é começar sem radicalismos!

Volte a se alimentar de maneira mais saudável e capriche nos exercícios.

Deixa a culpa de lado e procure consumir alimentos na forma crua, principalmente. Um suco verde de manhã, por exemplo, vai muito bem!

Evite doces, alimentos refinados, frituras, farinhas e carne vermelha.
Procure ingerir bastate água e chás como hibisco, hortelã, gengibre e erva-doce .

Outra dica é tomar um copo de água e limão em jejum. O limão ajuda a alcalinizar o sangue, ajudando na eliminação de toxinas. ;)

Beijos e até a próxima!

Água aromatizada

Uma ótima dica para o verão é a água aromatizada naturalmente, que você pode fazer em casa (a versão industrializada tem muito conservante). O legal é que dá para combinar os ingredientes de várias formas, criando diversos sabores: com ervas, frutas, vegetais, especiarias… É muito mais leve que suco, mais apetitosa que água e você pode fazer com ou sem gás. Sem contar que funciona como um jeito simples e rápido de dar um toque bacana à mesa. Receitinha abaixo.

Imagem

Ingredientes

  • 400 ml de água
  • 1 ramo de hortelã (metade macerado)
  • 2 fatias de gengibre maceradas
  • suco de 1 limão

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes e adicione bastante gelo. Beba ao longo do dia.

Dicas para fazer a sua água aromatizada

  • Sempre utilize água filtrada ou mineral bem gelada. Você também pode adicionar alguns cubinhos de gelo.
  • Dá para fazer um mix ao aromatizar a água: rodelas de limão, laranja, estrelinhas de carambola ou sementes de romã misturadas com 2 ou mais galhinhos da erva de sua preferência (hortelã, alecrim, manjericão, capim limão).
  • Para acentuar o sabor da fruta, esprema um pouco de suco e misture com a água.
  • Deixe a mistura descansar por cerca de 1 hora para acentuar o sabor.
  • Pode usar cascas em espirais para decorar.
  • Experimente utilizar especiarias como gengibre, cravo, anis-estrelado ou canela em pau.
  • Dá para colocar pedacinhos de ervas ou especiarias dentro da água que vai fazer o gelo, combinando com o sabor que escolheu.

Fonte: http://www.suacorrida.com.br

Como está sua memória concentração?

Quando a memória começa a falhar pode ser um sinal de que seu cérebro precisa de mais atenção, ou melhor, de nutrientes! A falha de memória pode estar ligada ao aumento de cortisol (hormônio do estresse) que interfere na produção de células neuronais, prejudicando a memória. Uma alimentação mais saudável, cheia de nutrientes pode ajudar muito no processo.

Imagem

Prefira os carboidratos “do bem”. Carboidratos são importantes, pois são energia para o corpo e cérebro. Mas é importante que eles sejam ricos em fibras, estes se transformam em glicose lentamente – os refinados geram energia de uma só vez e depois sofrem uma queda dando uma sensação de moleza e sonolência. Invista em pães integrais, assim como arroz integral, quinoa e aveia.

O açafrão da terra é um excelente aliado para a memória. Ele inibe a morte de neurônios e ajudar a formação de novos. Procure usar uma colher de chá por dia no arroz integral.

Uma planta utilizada na medicina chinesa , o Ginseng é capaz de aumentar uma substância no seu cérebro chamada dopamina, que te deixa mais alerta. O ideal é consumir no suco da manhã.

A colina, encontrada na gema do ovo, participa da formação de novas células cerebrais e é fundamental para a síntese de acetilcolina – neurotransmissor cerebral essencial na prevenção de degeneração cerebral.

As nozes e castanhas, ricas em zinco, ajudam na formação de novos neurônios. 

O Ômega 3 auxilia no desenvolvimento do cérebro já que participa da formação de novos neurônios. Ele está presente na linhaça e nos peixes de água fria e profunda e na semente de chia.  

Mas e os alimentos que devem ser evitados para não prejudicar ainda mais a memória?! Anotem!

Cafeína, açúcar e gorduras. Uma dieta rica em gordura saturada interrompe a cognição e contribui para doenças neurodegenerativas, podendo prejudicar aprendizado e a memória.

Sua memória agradece! ;)

Receita: ROLINHO DE BERINJELA COM TOMATE SECO

Imagem
Ingredientes

2 berinjelas, de preferência orgânicas
1 xícara (chá) de pasta de soja sabor tomate seco
1 colher (sopa) de azeite de oliva extravirgem
1 colher (chá) de orégano
9 unidades de tomate seco
1 colher (sopa) de azeitona preta picada
1 colher (sopa) de salsa picada
1 colher (chá) de manjericão fresco
Sal marinho a gosto

Modo de preparo

Corte as berinjelas em fatias finas, no sentido longitudinal. Coloque numa vasilha com 1 litro de água e sal, deixe as fatias de molho por 30 minutos. Seque-as e reserve-as.  Em uma tigela, junte a pasta de soja, as azeitonas pretas, o orégano, os tomates secos e a salsa, misture até obter uma pasta homogênea. Pincele as berinjelas com azeite e coloque o recheio. Em seguida, enrole a fatia de berinjela e prenda-a com um palito. Leve os rolinhos ao forno preaquecido a 180°C, por 20 minutos. Retire do forno e decore com manjericão. Sirva em seguida.

Rendimento: 8 porções
Valor calórico por porção: 115 calorias

Fonte: http://www.mundoverde.com.br

Posso comer pipoca?

Imagem

Vira e mexe ela costuma ser acusada de ser um tanto quanto traiçoeira para a saúde. A presença de gordura e o fato de nos incentivar a extrapolar nas pitadas de sal estão entre as principais queixas. No que depender da ciência, entretanto, a má fama está com os dias contados.

Segundo o time de cientistas, a pipoca reúne mais certos antioxidantes que uma porção de frutas e verduras. O que faz com que ela possa ser uma aliada ardilosa na guerra contra os radicais livres, aquelas moléculas instáveis e perigosas que atacam as células e provocam desastres que vão de envelhecimento precoce a câncer.

Isso se deve à diferença entre a quantidade de água encontrada na pipoca, que é de 3 a 5%, e a detectada nos vegetais, que chega a 90%. Na prática, esses valores revelam que, no subproduto do milho, os compostos fenólicos – benditos antioxidantes! – ficariam concentrados, enquanto nas outras classes alimentares eles apareceriam mais diluídos.

As substâncias protetoras da saúde estão na casca, aquela capa que teima em ficar agarrada nos dentes. E, se o milho que levar para casa der origem a uma pipoca naturalmente amarela ou creme, bingo! Sinal de que a parte fofinha do alimento é ainda fonte de carotenoides. Essas substâncias também atuam como antioxidantes e, no corpo, são convertidas em vitamina A.   A transformação é ótima para o sistema imunológico e para os olhos, que ficam blindados contra degeneração macular relacionada à idade.

Na casca da pipoca também estão doses generosas de fibras, substâncias que contribuem para a formação do bolo fecal. O melhor é que o papel das fibras não fica restrito a dar um empurrão ao funcionamento do intestino. Elas também são reverenciadas por tornar a digestão mais lenta, prolongando, assim, a sensação de barriga forrada – uma vantagem e tanto para quem quer derrubar o ponteiro da balança.

Já na parte fofa e geralmente branca fica guardado outro aliado do organismo: o amido resistente. Ele passa praticamente intacto pelo aparelho digestivo, só no intestino grosso é que micro-organismos da flora o transformam em ácidos graxos de cadeia curta. O consumo de amido resistente tem sido associado à redução do risco de tumores no órgão.

Pipocas perigosas

Mas não vá achando que o sinal está verde para se entupir com a pipoca vendida no cinema ou a industrializada para micro-ondas. Essas são justamente as que merecem estar no banco dos réus. O recomendado para se beneficiar das qualidades do alimento é prepará-lo na boa e velha panela, com só um pouquinho de óleo para não formar uma verdadeira bomba calórica. Se desejar, a gordura pode até ficar de fora da receita. É só colocar uma porção de milho em um saquinho como aqueles para pão e vedá-lo na ponta. Depois, deixe por alguns minutos no micro-ondas. Está aí um lanche para ninguém botar defeito!

 

Você sabia que podemos viver até um mês sem comer, mas sem água, ninguém dura muito?

Imagem

A Água ajuda a regular a temperatura corporal, mantém as articulações em dia, evita e ajuda a eliminar as toxinas. Quer mais? Confira aqui!

1.Evita prisão de ventre. Estudo publicado na revista The American Journal of Gastroenterology revelou que, se você quer manter o intestino funcionando regularmente, manter-se hidratado é até mais importante do que comer fibra diariamente.

2. Ajuda na perda de peso. Estudo publicado em 2010 na revista Obesity mostrou que pessoas que estavam de regime e que beberam uma garrafa de água antes de cada refeição durante 12 semanas perderam mais peso do que as que não beberam.

3. Ajuda a evitar doenças renais. Pessoas que consomem mais líquidos têm um risco significativamente menor de doenças renais crônicas, afirma estudo de 2011 da Universidade de Sidney (Austrália).

4. Ajuda a correr mais rápido e sem riscos. Em um estudo de 2011, 14 corredores completaram duas séries de voltas. Em uma, tinham que hidratar-se tomando água antes e durante a corrida, e, na outra, não podiam beber nem antes nem durante a corrida. Quando eles estavam hidratados, eram muito mais rápidos, apresentavam temperatura corporal gastrointestinal mais baixa e frequência cardíaca pós-exercício em valores normais, quando comparados aos que estavam desidratados.

5. Melhora o humor. Estudo publicado ano passado no The Journal of Nutrition mostrou que mulheres jovens ligeiramente desidratadas eram mais propensas a ter dores de cabeça, cansaço, mal humor e dificuldade para se concentrar.

Fonte: http://www.sportlife.com.br

Beterraba – Ergogênico?

Pra quem ainda não sabe, a beterraba é rica em nitrato de sódio, substância responsável pelo relaxamento vascular que leva à diminuição da pressão arterial.

suco660_2452754172869059862

Essa substância dá origem ao óxido nítrico, um vasodilatador muito potente, que contribui também para o aumento de oxigênio e nutrientes levados aos tecidos, melhorando a performance e recuperação em exercícios!

Que tal uma receitinha?

Suco de Beterraba:

½ Beterraba pequena descascada

1 Maçã

300 mL de água de coco

Bom apetite!