Sucos Detox

Estamos às vésperas da estação mais quente do ano. Portanto, a hora para dar aquela enxugada no manequim é agora. Treino forte e alimentação equilibrada são fundamentais, mas receitinhas detox podem ajudar (e muito!) nessa empreitada.

Aqui, 4 sucos poderosos que vão dar uma força para aquela limpeza no organismo!

sucos-desintoxicantes-tres-receitas-650x350

Em todas as receitas, basta bater os ingredientes no liquidificador e beber em seguida. O rendimento é 1 copo. Confira!

SUCO ANTI-INCHAÇO

Calorias: 42

  • 1 lima-da-pérsia espremida
  • 3 xíc. (chá) de melancia picada
  • 10 folhas de capim-cidreira fresco

SUCO BRONZE DOURADO

Calorias: 140

  • 2 col. (sopa) de cenoura crua ralada
  • 1 col. (sopa) de beterraba crua ralada
  • 1 xíc. (chá) de suco de laranja
  • 1 xíc. (chá) de água filtrada
  • 1 punhado de salsa
  • 1 punhado de folhas de hortelã

SUCO PELE FIRME

Calorias: 64

  • Suco de ½ limão
  • 1 xíc. (chá) de uva rosada com casca
  • 2 maçãs verdes (com casca e sem sementes) picadas
  • 1 xíc. (chá) de água mineral

SUCO CONTRA RADICAIS LIVRES 

Calorias: 60

  • ½ litro de água filtrada
  • 4 folhas de couve ou espinafre
  • ¼ maçã picada
  • 4 lascas de gengibre 
  • Sumo de 1 limão grande
  • Ervas aromáticas (hortelã ou salsa) a gosto

Fonte: http://www.suacorrida.com.br

Anúncios

Fruta da Estação: Morango

Quem não gosta de um morango?!

A fruta típica do inverno que é rica em vitamina C apresenta inúmeros benefícios à saúde. Mas não se esqueça: morango, sempre orgânico! Pois é uma fruta muito contaminada por agrotóxicos, ok?

morango-3

Alguns dos seus benefícios:

– Evita a retenção de líquidos: seu teor de potássio regula a quantidade de sódio (micronutriente responsável por reter água em nosso organismo);

– Mantém a pele saudável: seu poder antioxidante combate os radicais livres que danificam as células, e que consequentemente causam o envelhecimento da pele;

– Possui uma substancia chamada antocianina – que dá a coloração vermelha à fruta e faz com que o morango seja classificado como um alimento funcional por auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares e câncer;

– Por ser uma fonte rica em ácido fólico (nutriente indispensável durante a gestação), o consumo do morango favorece a multiplicação celular evitando malformações no feto;

– Estimula a circulação sanguínea;

– Altamente diurético: por ter 90 % de água em sua composição;

– Auxilia na redução do colesterol e evita a prisão de ventre.

Blueberry para memória

Ontem comprei mirtilos congelados,  conhecido também como blueberry. Vocês conhecem seus benefícios?

mirtilos

O mirtilo contém antioxidantes como os flavonóides, antocianinas e resveratrol, que combatem os radicais livres e  ajudam na memória. O excesso de radicais livre causa envelhecimento precoce e aparecimento de diversas doenças.

Estudos relacionam o consumo de mirtilo com diminuição do risco de Alzheimer.

Além de sua ação antioxidante, a ingestão de blueberry mantém a pressão arterial saudável,  reduz o colesterol e ajuda a manter os níveis de glicose baixos.

Uma sugestão é usar a congelada, em shakes! Com banana fica uma delícia!

Aqui,  o meu shake com mirtilos congelados!

foto (4)

 

Detox Pós Final de Semana

batatadoce

Se você encara o fim de semana como “day off”, se prepare pois o prejuízo pode aparecer. Cansaço, gases, enjoos, desconforto abdominal, inchaço e até uns quilinhos a mais. Tudo por causa do excesso de gordura,  sal, açúcar, alimentos industrializados  e álcool.

A maior dica é se hidratar! Tomar um copo de água com algumas gotas de limão em jejum ajuda bastante na eliminação de toxinas.

Tente, pela manhã, um suco verde (Couve, agrião, salsinha, maçã, cenoura, gengibre e limão). No site tem outras receitas de Suco Verde.

Ainda na linha hidratação, que tal um chá? Carqueja, Dente de leão e boldo são boas opções.

Opte por uma alimentação leve, rica em legumes, verduras e frutas.

Evite gorduras! Principalmente as das carnes vermelhas, queijos amarelos e leites.

Não deixe de praticar algum exercício, excelente forma de eliminar toxinas!

Gente, genial a ideia da sorveteria Mil Frutas: transformar o famoso suco verde em sorvete.

Feito com couve, pepino, aipo e gengibre, o geladinho segue a receita básica do suco verde tradicional, que promete desintoxicar e desinflamar o organismo.

Adoçado com pouco açúcar, tem cerca de 90 calorias em 1 bola.

Outro sabor na linha verde: pepino com hortelã.

Petiscos que Aceleram o Metabolismo

249_azeite_1

Conhece aquela história de que fracionar o cardápio em cinco ou seis partes faz você consumir porções menores nas refeições principais? Continua valendo. Os picos de fome não dão as caras e o metabolismo se mantém num ritmo constante. Mas, se já é bom saber que para emagrecer é preciso comer, melhor ainda é a notícia de que certos alimentos ajudam neste processo.

Pipoca de Panela

No quesito fibras, o milho integral, que dá origem à pipoca, é imbatível. Larga na frente até mesmo de frutas e verduras, famosas por esbanjarem a substância. Um saco grande tem 4,5 gramas de fibras – a gente precisa de 20 a 30 gramas para que o intestino funcione direito e elimine gorduras e toxinas. Comparada com a pipoca caseira, feita só com um fiozinho de óleo, a tradicional de microondas é bem mais calórica. Não é preciso dizer que a versão doce ou com manteiga deve ser banida se a ideia é reduzir medidas. Por ser volumosa (demora mais tempo para ser devorada que um chocolate), a pipoca é uma boa opção para quem gosta de beliscar. A pipoca oferece outra vantagem: contribui para adiar o envelhecimento, segundo estudo da Universidade de Scranton, na Pensilvânia, Estados Unidos. Rica em polifenóis, antioxidantes concentrados principalmente na casquinha, a pipoca neutraliza os danos dos radicais livres. Para efeito de comparação, uma porção tem até 360 miligramas de polifenóis. Já a mesma quantidade de frutas apresenta 160 miligramas. Claro que nem por isso você deve trocar uma opção pela outra. Mesmo porque ainda não está comprovado quanto dos antioxidantes da pipoca o organismo é capaz de absorver.

Maçã desidratada

A maçã é campeã. Tanto a desidratada quanto a fresca estão cheias de pectina, uma fibra que dá saciedade. Um estudo americano da Universidade do Estado da Flórida feito com 160 mulheres mostrou que a versão seca emagrece mesmo. Os pesquisadores dividiram as voluntárias em dois grupos: um deles ingeriu 75 gramas de maçã seca durante um ano, enquanto o outro comeu a mesma quantidade de ameixa seca no mesmo período. Resultado: a primeira turma perdeu 1,5 quilo por mês, enquanto a segunda não eliminou nadinha. O que está por trás desse efeito espanta-gordura? É o que os pesquisadores pretendem descobrir na próxima etapa dos trabalhos. O fato é que a maçã seca concentra ainda mais fibras, vitaminas e minerais do que a fruta in natura. Também por isso (e por ser ótima fonte de carboidrato), sacia mais a fome e dá mais energia.

Iogurte

Dois potinhos de iogurte (desnatado, de preferência) por dia são aliados da cintura fina. O alimento ajuda a equilibrar a fora intestinal, o que favorece a absorção dos nutrientes. Esse efeito é ainda melhor no caso do iogurte probiótico, acompanhado de lactobacilos vivos. Fonte de proteína, essa opção de lanche dá saciedade e acelera o metabolismo – aspectos que também favorecem a perda de peso.

Biscoito de Arroz Integral

Assim como a pipoca, o biscoito de arroz integral tem volume. Mesmo consumindo um ou dois, você tem a sensação de ter comido muito mais. Isso se deve, em parte, ao alto teor de fibras que estimula a mastigação, além de saciar. Elas também  são ricas em gama-orizanol, um composto bioativo com propriedades antioxidantes. Sem falar no reduzido teor energético – a unidade pequena tem apenas 37 calorias. Outros pontos à favor: é livre de glúten, conservantes ou aromatizantes. De sabor neutro, pode ser consumido sozinho, com geleia e outros recheios.

Castanha do pará

Como toda fruta oleaginosa, a brasileiríssima castanha-do-pará é calórica: a unidade (7 gramas) tem 35 calorias. Porém, é rica em ácidos graxos monoinsaturados (gorduras boas), que têm o dom de reorganizar os depósitos de gordura corporal. Digerida lentamente, a castanha ainda afasta a fome. E, por ser termogênica, acelera o metabolismo, além de oferecer selênio e vitamina E – amigos da pele jovens. Coma duas por dia, nossa recomendação de selênio.

Fonte: http://www.boaforma.com.br

Lichia

Além de levíssima, a lichia é uma ótima aliada no emagrecimento graças a uma substância que regula as células de gordura. Guarde o nome dela: cianidina

Se o critério para fazer parte da sua dieta, ainda mais no verão, é não pesar na balança, saiba que essa fruta de origem chinesa é uma das menos calóricas, ainda mais se comparada com outras delícias que aportam nos supermercados nesta época de festas de final de ano.

A licha tem apenas 6 calorias, o que representa, mais ou menos, 0,3% do que um adulto pode comer ao longo de um dia. Ou seja, se devorar dez unidades suculentas, só irá gerar energia o suficiente para tostar em uma atividade bem simples, como fazer a cama ou arrumar a mala para um final de semana na praia. Algo assim.

Mas a leveza do fruto não é o único argumento a seu favor na discussão de estratégias antiobesidade. Veja que curioso: um estudo da Universidade de Hokkaido, no Japão, analisou a perda de gordura abdominal em voluntários que receberam extrato de lichia. Ao final de dez semanas, eles derreteram 15% a mais de gordura na região da barriga do que os participantes tratados com placebo, explica o médico  que conduziu a pesquisa. Ele até revelou sua suspeita: o efeito se deve à cianidina.

A cianidina é um pigmento que tinge a casca de vermelho e, apesar da brancura da polpa, também se faz presente nela, ainda que em quantidades bem menores — mas incrivelmente eficientes na ação sobre as gorduras. Vale lembrar que não existem alimentos milagrosos para o emagrecimento. A lichia pode, sim, dar uma força se associada a uma dieta equilibrada e à prática de atividade física para cumprir essa função. A pesquisa não determinou a quantidade ideal de frutinhas a ser consumida para perder centímetros na cintura. Então coma à vontade, sem dispensar acompanhamentos saudáveis.

Outro encanto da lichia é ser uma fonte de vitamina C: com apenas seis frutas, você já alcança a recomendação de ingestão diária do nutriente de um jeito doce. A vitamina estimula o sistema imunológico, aumenta a resistência às infecções, auxilia a cicatrização de feridas, aumenta a absorção do ferro pelo intestino e evita o envelhecimento precoce.

Já o mineral que aparece em maior abundância no fruto chinês é o potássio. Ele atua no equilíbrio da água do organismo, ajuda no armazenamento de proteínas musculares, na função renal, na contração do músculo cardíaco e no relaxamento muscular em geral. O potássio também é conhecido por seu poder anticâimbras e, por isso, pode ser consumido em boas doses por quem pratica atividade física.

Fonte: http://www.saude.abril.com.br

Fruta da vez: Melão

Composto de 80% de água, o melão hidrata mesmo quando consumido aos pedaços. Se você preferir transformá-lo em suco vá em frente, mas evite coar. Do contrário, você elimina boa parte das fibras que também estão presentes na polpa e são muito bem-vindas. Elas garantem o poder da fruta em eliminar toxinas e a desinchar, o que ajuda muito na conquista de uma barriga mais lisinha. E, por ter poucas calorias – só 30 em uma fatia média (100 gramas) -, o melão facilita a perda de peso!

Controlar a fome é seu maior desafio? O melão continua sendo um grande aliado. Rico em pectina, um tipo de fibra na forma de gel, ele aumenta rapidamente a sensação de saciedade. Experimente incluir pedaços da fruta na salada: o apetite diminui bastante logo no começo da refeição, evitando que você exagere nos pratos mais pesados. A dieta também fica mais gostosa: com textura macia e sabor levemente adocicado, o melão combina com as folhas verdes, especialmente as ardidinhas como rúcula e agrião.

O melão está na lista dos alimentos funcionais – ou seja, ele carrega substâncias que, além de nutrir, reduzem a retenção de líquidos, melhoram o funcionamento do intestino e reforçam o sistema imunológico.

Entre os minerais, a maior estrela do melão é o potássio: são 213 miligramas em cada 100 gramas da fruta. Por estar associado ao controle da pressão arterial, o potássio é essencial à saúde do coração.  É importante fonte de vitaminas antioxidantes (A, E e C) famosas por adiar o envelhecimento precoce. Ferro (importante para combater anemia) e cálcio (indispensável para os ossos) também estão presentes nessa fruta.

Qual melão escolher

Amarelo valenciano. Redondinho e com a casca amarela e rugosa, é facilmente encontrado no Brasil. A polpa é firme e a cor varia de branco esverdeado a creme. É o mais magrinho de todos (tem 25 calorias em uma fatia média/100 gramas) e, depois de maduro, é o que dura mais, além de ter o menor preço.

Cantalupo. Seu nome é o mesmo de uma vila italiana, onde supostamente foi cultivado pela primeira vez no século 17. A textura da casca lembra o desenho de uma rede e, por isso, também é conhecido por melão de rede. Tem formato redondo ou oval e sabor bastante doce. Quanto mais intensa a cor da polpa, que vai do amarelo-alaranjado ao salmão, maior é a concentração de vitaminas A e E. Esse tipo também supera os outros em potássio (309 miligramas em 100 gramas). Mas é sensível ao transporte e estraga rapidamente depois de maduro.

Pele-de-sapo. A casca levemente rugosa e de coloração verde-clara com pequenas manchas verdeescuras são responsáveis pelo nome desse melão. Oval ou alongado, ele tem a polpa branca ou esverdeada com textura entre média e macia. É uma das variedades menos doces, mas ganha na quantidade de líquido.

Gália. Esse tipo israelense é produzido especialmente no nordeste do Brasil. Quando amadurece, a casca fica amarela e ganha estrias finas. A polpa é macia, de cor branca ou esverdeada, e tem aroma marcante. Seu sabor lembra o do cantalupo.

Fonte: http://www.boaforma.com.br

Proteção Vermelha: Os benefícios do morango

Proteção Vermelha

O morango está cheio de nutrientes, favorece a beleza e beneficia a saúde, prevenindo tumores e problemas cardiovasculares