Alimentos ácidos = Inflamação

Vocês sabiam que a maioria das doenças e desequilíbrios começam como uma inflamação?

É esta inflamação silenciosa, invisível aos olhos,  que está intimamente envolvida na gênese de várias doenças cada vez mais comuns na vida moderna, como aterosclerose, infarto, derrame, diabetes, hipertensão, Alzheimer, alguns tipos de Câncer, envelhecimento precoce e obesidade.

Se você se sente muito cansaço , dores de cabeça e tem dificuldade para perder peso, reveja sua alimentação, ela pode estar por trás destes sintomas. A alimentação pode causar uma carga ácida ao organismo, causando inflamação e todas as consequências que vimos acima. Já os saudáveis possuem uma carga alcalina, ideal para uma boa detoxificaçã0.

Se você quer ter uma alimentação saudável veja o que incluir e evitar no seu cardápio diário.

Abaixo duas tabelas, uma delas compartilhei no meu Instagram ontem (@carolvianamarques).

Para visualizar melhor a imagem, clicar em cima.

foto (7)

tabela-alimentos-acido-e-base3

 

Receita Biomassa de Banana Verde

A Biomassa é um dos alimentos mais nutritivos e pode ajudar em inúmeras patologias e sintomas!

Vamos a receita?

Separe 4 bananas verdes orgânicas
Lave-as previamente, colocando em uma panela de pressão com água suficiente para cobri-las
Quando abrir fervura, adicione as bananas verdes com a casca
Feche e deixe adquirir pressão. Ao ferver o barulho da pressão é indicativo da necessidade de abaixar o fogo e permaneça por mais 10 minutos
Desligue o fogo, não abra a panela deixando a pressão perder-se naturalmente.

Tire a casca da banana e coloque no liquidificador, acrescente água aos poucos até obter uma pasta espessa. Pronto!

Guarde em potes pequenos, uma semana refrigerada ou 3 meses no congelador.

Como Utilizar? Em sucos, vitaminas, sopas, bolos, no feijão ou purês.

Biomassa-de-Banana-Verde

Benefícios

Ao ser fermentado pela microbiota bacteriana no intestino grosso, o amido resistente produz ácidos graxos de cadeia curta, contribuindo com a integridade do cólon. Assim, o amido resistente é classificado como um prebiótico, e também pode ser considerado um simbiótico, devido ao aumento no número de lactobacilos no intestino.

O amido resistente protege a mucosa contra o câncer coloretal e melhorar o funcionamento intestinal.

A biomassa aumenta a produção de células na parede estomacal, tornando-a mais resistente à acidez.

É uma das melhores fontes de potássio, além de ser eleito por suas propriedades e funcionalidade.

Tem baixo índice glicêmico, podendo ser útil para quem tem colesterol alto e diabetes

Aumenta a saciedade ajudando na perda de peso.

 

Gengibre no café da manhã ajuda a controlar o apetite

Começar o dia tomando um chá dessa raiz ajuda a maneirar nas garfadas das refeições seguintes.

gengibre-no-desjejum-m

A conclusão veio da Universidade Colúmbia, nos Estados Unidos, depois de cientistas servirem a infusão a obesos durante o café da manhã. Em comparação com dias em que bebiam apenas água quente logo cedo, os voluntários relataram maior saciedade.

Na pesquisa americana, o gengibre ainda elevou um pouco a queima calórica. Mas a tática só funciona se associada a um cardápio balanceado e prática de atividade física.

Fonte: http://www.saudeabril.com.br

Arroz Negro X Arroz Integral

Vocês conhecem o arroz negro? Vamos compará-lo com o integral?!

Imagem

1.Vitamina B1
Essencial para a transformação de açúcar em energia, ela também é importante para o bom funcionamento dos sistemas cardiovascular e nervoso. Aqui o arroz preto sai na frente.
Arroz preto ……………….0,34 mg
Arroz integral ……………0,26 mg

2. Calorias
o arroz preto é um pouco menos calórico do que o integral.
Arroz preto …………..346 cal
Arroz integral ……….360 cal

3. Proteína
Embora nenhum tipo de arroz forneça grande quantidade do nutriente, o preto se destaca e é a melhor opção para quem adota uma dieta vegetariana.
Arroz preto …………………9,8 g
Arroz integral ……………..7,3 g

4. Fibras
Imprescindíveis, elas dão saciedade, facilitam o trânsito intestinal e, de quebra, evitam picos de insulina, além de ajudar a combater o colesterol. De novo, é o arroz preto que ganha essa disputa, com quase o dobro de fibras.
Arroz preto ……………………….. 8,4 g
Arroz integral ……………………. 4,8 g

5. Magnésio
É ele o responsável por ajudar o cálcio a se fixar nos ossos. Isso sem falar que contribui para o sistema imunológico e dá uma força para o coração. O preto ganha disparado.
Arroz preto …………………….190 mg
Arroz integral …………………110 mg

6.Carboidratos
Quando o assunto é energia, o campeão é o arroz integral, um pouco mais rico no nutriente que ajuda a dar pique para enfrentar o dia-a-dia.
Arroz integral …………………. 77,5 g
Arroz preto ………………………. 72 g

Por fim, para coroar tantos benefícios do arroz preto para a saúde, mais um dado: ele é quase 11 vezes mais rico em antioxidantes do que o integral.

Essas moléculas combatem os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce e pelo aparecimento de doenças. Em suma, arroz preto no prato todo dia é garantia de organismo em equilíbrio e emagrecimento duradouro.

E aí? Convencidos?

Petiscos que Aceleram o Metabolismo

249_azeite_1

Conhece aquela história de que fracionar o cardápio em cinco ou seis partes faz você consumir porções menores nas refeições principais? Continua valendo. Os picos de fome não dão as caras e o metabolismo se mantém num ritmo constante. Mas, se já é bom saber que para emagrecer é preciso comer, melhor ainda é a notícia de que certos alimentos ajudam neste processo.

Pipoca de Panela

No quesito fibras, o milho integral, que dá origem à pipoca, é imbatível. Larga na frente até mesmo de frutas e verduras, famosas por esbanjarem a substância. Um saco grande tem 4,5 gramas de fibras – a gente precisa de 20 a 30 gramas para que o intestino funcione direito e elimine gorduras e toxinas. Comparada com a pipoca caseira, feita só com um fiozinho de óleo, a tradicional de microondas é bem mais calórica. Não é preciso dizer que a versão doce ou com manteiga deve ser banida se a ideia é reduzir medidas. Por ser volumosa (demora mais tempo para ser devorada que um chocolate), a pipoca é uma boa opção para quem gosta de beliscar. A pipoca oferece outra vantagem: contribui para adiar o envelhecimento, segundo estudo da Universidade de Scranton, na Pensilvânia, Estados Unidos. Rica em polifenóis, antioxidantes concentrados principalmente na casquinha, a pipoca neutraliza os danos dos radicais livres. Para efeito de comparação, uma porção tem até 360 miligramas de polifenóis. Já a mesma quantidade de frutas apresenta 160 miligramas. Claro que nem por isso você deve trocar uma opção pela outra. Mesmo porque ainda não está comprovado quanto dos antioxidantes da pipoca o organismo é capaz de absorver.

Maçã desidratada

A maçã é campeã. Tanto a desidratada quanto a fresca estão cheias de pectina, uma fibra que dá saciedade. Um estudo americano da Universidade do Estado da Flórida feito com 160 mulheres mostrou que a versão seca emagrece mesmo. Os pesquisadores dividiram as voluntárias em dois grupos: um deles ingeriu 75 gramas de maçã seca durante um ano, enquanto o outro comeu a mesma quantidade de ameixa seca no mesmo período. Resultado: a primeira turma perdeu 1,5 quilo por mês, enquanto a segunda não eliminou nadinha. O que está por trás desse efeito espanta-gordura? É o que os pesquisadores pretendem descobrir na próxima etapa dos trabalhos. O fato é que a maçã seca concentra ainda mais fibras, vitaminas e minerais do que a fruta in natura. Também por isso (e por ser ótima fonte de carboidrato), sacia mais a fome e dá mais energia.

Iogurte

Dois potinhos de iogurte (desnatado, de preferência) por dia são aliados da cintura fina. O alimento ajuda a equilibrar a fora intestinal, o que favorece a absorção dos nutrientes. Esse efeito é ainda melhor no caso do iogurte probiótico, acompanhado de lactobacilos vivos. Fonte de proteína, essa opção de lanche dá saciedade e acelera o metabolismo – aspectos que também favorecem a perda de peso.

Biscoito de Arroz Integral

Assim como a pipoca, o biscoito de arroz integral tem volume. Mesmo consumindo um ou dois, você tem a sensação de ter comido muito mais. Isso se deve, em parte, ao alto teor de fibras que estimula a mastigação, além de saciar. Elas também  são ricas em gama-orizanol, um composto bioativo com propriedades antioxidantes. Sem falar no reduzido teor energético – a unidade pequena tem apenas 37 calorias. Outros pontos à favor: é livre de glúten, conservantes ou aromatizantes. De sabor neutro, pode ser consumido sozinho, com geleia e outros recheios.

Castanha do pará

Como toda fruta oleaginosa, a brasileiríssima castanha-do-pará é calórica: a unidade (7 gramas) tem 35 calorias. Porém, é rica em ácidos graxos monoinsaturados (gorduras boas), que têm o dom de reorganizar os depósitos de gordura corporal. Digerida lentamente, a castanha ainda afasta a fome. E, por ser termogênica, acelera o metabolismo, além de oferecer selênio e vitamina E – amigos da pele jovens. Coma duas por dia, nossa recomendação de selênio.

Fonte: http://www.boaforma.com.br

Lichia

Além de levíssima, a lichia é uma ótima aliada no emagrecimento graças a uma substância que regula as células de gordura. Guarde o nome dela: cianidina

Se o critério para fazer parte da sua dieta, ainda mais no verão, é não pesar na balança, saiba que essa fruta de origem chinesa é uma das menos calóricas, ainda mais se comparada com outras delícias que aportam nos supermercados nesta época de festas de final de ano.

A licha tem apenas 6 calorias, o que representa, mais ou menos, 0,3% do que um adulto pode comer ao longo de um dia. Ou seja, se devorar dez unidades suculentas, só irá gerar energia o suficiente para tostar em uma atividade bem simples, como fazer a cama ou arrumar a mala para um final de semana na praia. Algo assim.

Mas a leveza do fruto não é o único argumento a seu favor na discussão de estratégias antiobesidade. Veja que curioso: um estudo da Universidade de Hokkaido, no Japão, analisou a perda de gordura abdominal em voluntários que receberam extrato de lichia. Ao final de dez semanas, eles derreteram 15% a mais de gordura na região da barriga do que os participantes tratados com placebo, explica o médico  que conduziu a pesquisa. Ele até revelou sua suspeita: o efeito se deve à cianidina.

A cianidina é um pigmento que tinge a casca de vermelho e, apesar da brancura da polpa, também se faz presente nela, ainda que em quantidades bem menores — mas incrivelmente eficientes na ação sobre as gorduras. Vale lembrar que não existem alimentos milagrosos para o emagrecimento. A lichia pode, sim, dar uma força se associada a uma dieta equilibrada e à prática de atividade física para cumprir essa função. A pesquisa não determinou a quantidade ideal de frutinhas a ser consumida para perder centímetros na cintura. Então coma à vontade, sem dispensar acompanhamentos saudáveis.

Outro encanto da lichia é ser uma fonte de vitamina C: com apenas seis frutas, você já alcança a recomendação de ingestão diária do nutriente de um jeito doce. A vitamina estimula o sistema imunológico, aumenta a resistência às infecções, auxilia a cicatrização de feridas, aumenta a absorção do ferro pelo intestino e evita o envelhecimento precoce.

Já o mineral que aparece em maior abundância no fruto chinês é o potássio. Ele atua no equilíbrio da água do organismo, ajuda no armazenamento de proteínas musculares, na função renal, na contração do músculo cardíaco e no relaxamento muscular em geral. O potássio também é conhecido por seu poder anticâimbras e, por isso, pode ser consumido em boas doses por quem pratica atividade física.

Fonte: http://www.saude.abril.com.br

Chocolate que emagrece

Há, atualmente, um chocolate feito em farmácias de manipulação, que ajuda no processo de emagrecimento.
Uma pesquisa da Universidade de Chung Hsing, em Taiwan, coordenada pelo Departamento de Ciência do Alimento e Biotecnologia da instituição, divulgou que são os ácidos fenólicos presentes no cacau os responsáveis pela ação emagrecedora. Eles interferem na produção da leptina, o hormônio da saciedade – que, nos obesos, é bem reduzida -, e ainda queimam calorias. Sem contar a ajuda extra dos antioxidantes, que previnem o acúmulo de gordura nas células.
Os fitoquímicos do cacau melhoram a secreção da adiponectina, o que aumenta a ação anti–inflamatória, reduzindo os riscos de diabete e aterosclerose (alterações nos vasos sanguíneos que levam à obstrução dos mesmos).
Outro dado apontado na pesquisa, publicada no Journal of Agriculture and Food Chemistry, uma das revistas americanas de maior prestígio no mundo da nutrição, atribui ao cacau o poder inibir um mecanismo que faz o organismo estocar ou produzir mais gordura. Toda essa riqueza está no chocolate amargo — quanto mais, melhor. O amargor, bem entendido, e não a quantidade do chocolate consumido.
Quando mais amargo o chocolate, melhor para a sua saúde As propriedades do chocolate estão contidas em sua fonte original, o cacau
Pesquisas apontaram que os pacientes que consumiram um tablete amargo pela manhã, ainda em jejum, ficaram mais saciados que o restante da turma: eles ingeriram 15% menos calorias ao longo do dia em comparação com o grupo que optou pelo chocolate ao leite.
A 2-feniletilamina e a N-aciletanolamina, presentes no cacau, agem no cérebro fechando os receptores para à vontade de doce.
O chocolate também concentra compostos que inibem a degradação da anandamida, substância que prolonga a sensação de bem-estar.
Ação sobre a Insulina
Outra vantagem do chocolate amargo seria a capacidade de melhorar a sensibilidade à insulina em pessoas saudáveis. Este mecanismo ajuda não só a combater o diabete como a evitar a produção excessiva de insulina, que está intimamente ligada ao estoque de gordura.
O chocolate também é rico em carboidratos, que ajudam na produção da serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer. Além disso, concentra outras substâncias, como triptofano, teobromina, feniletilamina, tetrahidrocarbolines, fenilalanina e tirosina – estes reforçam a sensação de bem-estar.
Outras vantagens:
* Ajuda a reduzir a pressão por ter ação vasodilatadora.
* Impede a oxidação da gordura ruim (LDL), evitando que placas se acumulem nos vasos.
* Aumenta a imunidade, estimulando a produção de linfócitos, um tipo de glóbulo branco que defende o organismo contra vírus e bactérias.
* Pode auxiliar na proteção dos neurônios contra doenças degenerativas, como o mal de Parkinson e o de Alzheimer.
* Reduz alguns sintomas da TPM, como depressão, e contribui para suprir eventuais carências de minerais, como magnésio, comuns nesse período do mês e também durante fases de estresse agudo.
* O seu limite é de 30 gramas por dia, que equivale a uma barra pequena. Não pense em exagerar porque, mesmo sendo saudável, ele contém bastante caloria (100 gramas equivalem, em média, a 530 calorias!).
Aqui no Brasil e em outros lugares do mundo, já está sendo usado chocolate como coadjuvante aos tratamentos para emagrecer e junto com as já sabidas ações do cacau, adicionam outras substâncias (liberadas para o uso na prática médica) para potencializar os efeitos já citados.
Uma destas substâncias é a alga espirulina, que envia mensagem ao cérebro diretamente do aparelho digestivo dizendo que o corpo está saciado, reduzindo assim a fome e promovendo o emagrecimento.
Este chocolate deve ser prescrito pelo seu médico ou nutricionista para formulação e deve conter, o cacau, polissacarídeos mussilaginosos da babosa, L-glutamina (aminoácido), glucomannan (fibra que provém de uma planta africana, que em contato com líquidos no estômago se transforma em um gel, dando sensação de saciedade por até 4h), alga spirulina orgânica e outros. Esses ingredientes são capazes ainda de ativar a produção de fenilalanina — aminoácido presente no cérebro que ativa neutrotransmissores para promoverem a saciedade.
Podemos ainda adicionar nesta formulação o colágeno, que ajudará ainda no processo de combate ao envelhecimento e flacidez.
Como ele reduz a fome, o consumo diário de calorias diminui em até 50%. Menos calorias, menos peso. Todos os ingredientes estão em concentrações razoáveis, e não provocam alterações no sabor final.
A melhor maneira de se usar este chocolate é cerca de 1 hora antes das refeições principais (café da manhã, almoço e jantar). Cada barra de 25g desse chocolate reúne 120 calorias. É feito de cacau orgânico, sem adição de açúcar ou gordura trans.

Cesar Giobbi, 13-04-2010

>O consumo de alguns alimentos antes da refeição ajuda maneirar no prato principal

>

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia avaliaram quanto essa estratégia favorece a perda de peso.

Ao comer uma maçã 15 minutos antes de se sentar á mesa = – 187 calorias
ao consumir uma concha de sopa de vegetais antes do prato principal = -134 calorias
com um prato grande de saladas de folhas verdes na entrada = – 84 calorias

Receita Salada de alfafa, espinafre, tomate e manjericão: 1 prato de sobremesa de broto de alfafa, 1 molho de espinafre, 1/2 xícara de manjericão fresco picado, 3 tomates salada picados, 1 ramo de salsa picadinha, 5 folhas de hortelã picadas, ¼ da xícara de molho shoyo, ¼ de xícara de água, 1 colher de sobremesa de mostarda, ¼ de xícara de suco de limão. Prepare um molho com o shoyo, a água e o suco de limão. Retire os talos dos espinafres e corte-os em tiras. Disponha os brotos de alfafa, no centro de saladeira, em forma de ninho. Misture todas as folhas, incluindo a salsa e o hortelã, e acomode-as em torno dos brotos de alfafa.

>Doce antigordura

>

Comer um bombom é bem melhor que engolir uma cápsula, mesmo quando o objetivo é emagrecer. Pensando nisso as farmácias de manipulação criaram guloseimas que combinam substâncias naturais (recomendadas por nutricionistas, endocrinologistas ou nutrólogos) que dão um empurrão na dieta.

É bom lembrar que alguns princípios podem deixar um leve sabor amargo na bala ou chiclete.

Conheça as novidades:

Bala – à base de colágeno, tem o mix de Pholiamagra (relacionada à diminuição de gordura) e Koubo ( que diminui compulsão por doce) ou Pholiamagra, Caralluma Fimbriatta (saciedade) e 5 HTP (reduz a ansiedade)

Bombom – feito de chocolate diet e Ayslim (reduz o apetite, queima gordura e estimula o intestino) ou Koubo e Pholiamagra

Calda de chocolate – com cacau orgânico, pode ter a combinação de Caraluma Fimbriatta, 5 HTP e cafeína (acelera queima de gordura)

Chiclete – pode ser manipulada com Gymnema Sylvestre (elimina a vontade de doce)

>Extrato de Manga Africana

>

Mais uma novidade na área…
É o extrato de Manga Africana, que provém das sementes de uma árvore da África e do Sudeste Asiático.

O extrato parece ter um bom desempenho na redução de medidas pela queima de gordura, controlam a dislipidemia, reduzem o LDL (colesterol ruim) e triglicerídios, melhorando os niveis de HDL.

As fibras da fruta seguram a fome e estimulam o funcionamento do intestino. Também é atribuída ao extrato uma ação lipolítica (queima de gordura), especialmente na região abdominal. Mas ainda não se sabe exatamente que componente presente na substância proporciona esse mecanismo de ação.

Segundo estudos da University of Yaounde I, em Camarões, a manga africana é promissora no tratamento do diabetes tipo 2. “A ação é próxima a dos inibidores de GLP-1 – medicamentos inteligentes para o controle da glicemia, açúcar no sangue.
Os níveis de colesterol também ficam mais controlados.

O extrato da Manga Africana é comercializado em cápsulas, em farmácias de manipulação.
Procure um profissional habilitado para indicação na concentração recomendada!