Sucos Detox

Estamos às vésperas da estação mais quente do ano. Portanto, a hora para dar aquela enxugada no manequim é agora. Treino forte e alimentação equilibrada são fundamentais, mas receitinhas detox podem ajudar (e muito!) nessa empreitada.

Aqui, 4 sucos poderosos que vão dar uma força para aquela limpeza no organismo!

sucos-desintoxicantes-tres-receitas-650x350

Em todas as receitas, basta bater os ingredientes no liquidificador e beber em seguida. O rendimento é 1 copo. Confira!

SUCO ANTI-INCHAÇO

Calorias: 42

  • 1 lima-da-pérsia espremida
  • 3 xíc. (chá) de melancia picada
  • 10 folhas de capim-cidreira fresco

SUCO BRONZE DOURADO

Calorias: 140

  • 2 col. (sopa) de cenoura crua ralada
  • 1 col. (sopa) de beterraba crua ralada
  • 1 xíc. (chá) de suco de laranja
  • 1 xíc. (chá) de água filtrada
  • 1 punhado de salsa
  • 1 punhado de folhas de hortelã

SUCO PELE FIRME

Calorias: 64

  • Suco de ½ limão
  • 1 xíc. (chá) de uva rosada com casca
  • 2 maçãs verdes (com casca e sem sementes) picadas
  • 1 xíc. (chá) de água mineral

SUCO CONTRA RADICAIS LIVRES 

Calorias: 60

  • ½ litro de água filtrada
  • 4 folhas de couve ou espinafre
  • ¼ maçã picada
  • 4 lascas de gengibre 
  • Sumo de 1 limão grande
  • Ervas aromáticas (hortelã ou salsa) a gosto

Fonte: http://www.suacorrida.com.br

Fruta da Estação: Morango

Quem não gosta de um morango?!

A fruta típica do inverno que é rica em vitamina C apresenta inúmeros benefícios à saúde. Mas não se esqueça: morango, sempre orgânico! Pois é uma fruta muito contaminada por agrotóxicos, ok?

morango-3

Alguns dos seus benefícios:

– Evita a retenção de líquidos: seu teor de potássio regula a quantidade de sódio (micronutriente responsável por reter água em nosso organismo);

– Mantém a pele saudável: seu poder antioxidante combate os radicais livres que danificam as células, e que consequentemente causam o envelhecimento da pele;

– Possui uma substancia chamada antocianina – que dá a coloração vermelha à fruta e faz com que o morango seja classificado como um alimento funcional por auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares e câncer;

– Por ser uma fonte rica em ácido fólico (nutriente indispensável durante a gestação), o consumo do morango favorece a multiplicação celular evitando malformações no feto;

– Estimula a circulação sanguínea;

– Altamente diurético: por ter 90 % de água em sua composição;

– Auxilia na redução do colesterol e evita a prisão de ventre.

Detox Pós Final de Semana

batatadoce

Se você encara o fim de semana como “day off”, se prepare pois o prejuízo pode aparecer. Cansaço, gases, enjoos, desconforto abdominal, inchaço e até uns quilinhos a mais. Tudo por causa do excesso de gordura,  sal, açúcar, alimentos industrializados  e álcool.

A maior dica é se hidratar! Tomar um copo de água com algumas gotas de limão em jejum ajuda bastante na eliminação de toxinas.

Tente, pela manhã, um suco verde (Couve, agrião, salsinha, maçã, cenoura, gengibre e limão). No site tem outras receitas de Suco Verde.

Ainda na linha hidratação, que tal um chá? Carqueja, Dente de leão e boldo são boas opções.

Opte por uma alimentação leve, rica em legumes, verduras e frutas.

Evite gorduras! Principalmente as das carnes vermelhas, queijos amarelos e leites.

Não deixe de praticar algum exercício, excelente forma de eliminar toxinas!

Receita Biomassa de Banana Verde

A Biomassa é um dos alimentos mais nutritivos e pode ajudar em inúmeras patologias e sintomas!

Vamos a receita?

Separe 4 bananas verdes orgânicas
Lave-as previamente, colocando em uma panela de pressão com água suficiente para cobri-las
Quando abrir fervura, adicione as bananas verdes com a casca
Feche e deixe adquirir pressão. Ao ferver o barulho da pressão é indicativo da necessidade de abaixar o fogo e permaneça por mais 10 minutos
Desligue o fogo, não abra a panela deixando a pressão perder-se naturalmente.

Tire a casca da banana e coloque no liquidificador, acrescente água aos poucos até obter uma pasta espessa. Pronto!

Guarde em potes pequenos, uma semana refrigerada ou 3 meses no congelador.

Como Utilizar? Em sucos, vitaminas, sopas, bolos, no feijão ou purês.

Biomassa-de-Banana-Verde

Benefícios

Ao ser fermentado pela microbiota bacteriana no intestino grosso, o amido resistente produz ácidos graxos de cadeia curta, contribuindo com a integridade do cólon. Assim, o amido resistente é classificado como um prebiótico, e também pode ser considerado um simbiótico, devido ao aumento no número de lactobacilos no intestino.

O amido resistente protege a mucosa contra o câncer coloretal e melhorar o funcionamento intestinal.

A biomassa aumenta a produção de células na parede estomacal, tornando-a mais resistente à acidez.

É uma das melhores fontes de potássio, além de ser eleito por suas propriedades e funcionalidade.

Tem baixo índice glicêmico, podendo ser útil para quem tem colesterol alto e diabetes

Aumenta a saciedade ajudando na perda de peso.

 

Lichia

Além de levíssima, a lichia é uma ótima aliada no emagrecimento graças a uma substância que regula as células de gordura. Guarde o nome dela: cianidina

Se o critério para fazer parte da sua dieta, ainda mais no verão, é não pesar na balança, saiba que essa fruta de origem chinesa é uma das menos calóricas, ainda mais se comparada com outras delícias que aportam nos supermercados nesta época de festas de final de ano.

A licha tem apenas 6 calorias, o que representa, mais ou menos, 0,3% do que um adulto pode comer ao longo de um dia. Ou seja, se devorar dez unidades suculentas, só irá gerar energia o suficiente para tostar em uma atividade bem simples, como fazer a cama ou arrumar a mala para um final de semana na praia. Algo assim.

Mas a leveza do fruto não é o único argumento a seu favor na discussão de estratégias antiobesidade. Veja que curioso: um estudo da Universidade de Hokkaido, no Japão, analisou a perda de gordura abdominal em voluntários que receberam extrato de lichia. Ao final de dez semanas, eles derreteram 15% a mais de gordura na região da barriga do que os participantes tratados com placebo, explica o médico  que conduziu a pesquisa. Ele até revelou sua suspeita: o efeito se deve à cianidina.

A cianidina é um pigmento que tinge a casca de vermelho e, apesar da brancura da polpa, também se faz presente nela, ainda que em quantidades bem menores — mas incrivelmente eficientes na ação sobre as gorduras. Vale lembrar que não existem alimentos milagrosos para o emagrecimento. A lichia pode, sim, dar uma força se associada a uma dieta equilibrada e à prática de atividade física para cumprir essa função. A pesquisa não determinou a quantidade ideal de frutinhas a ser consumida para perder centímetros na cintura. Então coma à vontade, sem dispensar acompanhamentos saudáveis.

Outro encanto da lichia é ser uma fonte de vitamina C: com apenas seis frutas, você já alcança a recomendação de ingestão diária do nutriente de um jeito doce. A vitamina estimula o sistema imunológico, aumenta a resistência às infecções, auxilia a cicatrização de feridas, aumenta a absorção do ferro pelo intestino e evita o envelhecimento precoce.

Já o mineral que aparece em maior abundância no fruto chinês é o potássio. Ele atua no equilíbrio da água do organismo, ajuda no armazenamento de proteínas musculares, na função renal, na contração do músculo cardíaco e no relaxamento muscular em geral. O potássio também é conhecido por seu poder anticâimbras e, por isso, pode ser consumido em boas doses por quem pratica atividade física.

Fonte: http://www.saude.abril.com.br

Detox

Alimentação industrializada, uso de medicamentos embalagens plásticas, poluentes do ar e da água, stress…estamos expostos a diversos xenobióticos, tanto alimentares como ambientais.

Xenobióticos são contaminantes químicos estranhos ao nosso organismo e seu acúmulo pode trazer prejuízo à saúde e ao funcionamento do corpo. As toxinas são gatilhos para o processo inflamatório e para doenças crônicas. Atualmente muito falada, a dieta de detox, tem por objetivo diminuir os impactos negativos desses xenobióticos no funcionamento do corpo. O objetivo dessa dieta é aumentar a eliminação destas toxinas através da urina e das fezes.
A detoxificação ocorre principalmente no fígado e é dependente de uma série de nutrientes como vitaminas do complexo B, selênio, cobre, zinco, enxofre, flavonóides, carotenos e aminoácidos como glicina, taurina, metionina e gutamina. Muito diferentes das dietas que usam apenas limonadas e sucos de frutas e que não fornecem todos os nutrientes necessários para o processo de detox e que ainda podem ser prejudiciais à saúde, a dieta de detox correta deve ser feita sob orientação de profissional nutricionista capacitado que irá sugerir tanto o cardápio adequado como a suplementação necessária para suportar o processo de detox.
É importante antes de iniciar um processo de detox corrigir a disbiose e a hiperpermeabilidade intestinal.

Dicas para tratar a disbiose e a hiperpermeabilidade intestinal
– Inclua no cardápio sementes de abóbora, melão e melancia, boas fontes de cálcio e magnésio que ainda tem ação vermífuga. Use a semente de abóbora torrada como aperitivo e as de melancia e melão em sucos, batidas com a fruta. – Use temperos como orégano e alecrim no final das preparações. Essas ervas são antifúngicas e antiparasitárias.
– O óleo de coco, fonte natural de ácido caprilico, tem importante efeito antifúngico.
– O gel de Aloe Vera reduz o tempo de trânsito intestinal e diminui a presença de bactérias patogênicas no intestino.
– O uso de glutamina, um aminoácido, é recomendado para recuperar a integridade da mucosa do intestino.
– Os alimentos ou suplementos com próbióticos devolvem ao intestino as bactérias benéficas;
– Lembre-se que para essas bactérias crescerem e se fixarem no intestino devemos aumentar o consumo de prebióticos, como o amido resistente encontrado na banana verde. Use na forma de farinha de banana verde ou biomassa de banana verde adicionada a sucos.
– Diminua o consumo dos alimentos potencialmente alergênicos como leite e glúten. Para garantir o bom funcionamento do intestino e a eliminação das fezes aumente o consumo de fibras e de água. As fibras ajudam a aumentar o peso e volume das fezes. Fezes bem formadas e hidratadas são eliminadas com mais facilidade.

Como saber se necessito de uma dieta de detox:
Gosto amargo ou metálico na boca
Falta de apetite pela manhã
Dificuldade na perda de peso, mesmo fazendo dieta
Déficit de memória
Concentração ruim
Depressão
Dor de cabeça ou enxaqueca
Tontura
Fadiga generalizada

Como reduzir a exposição aos xenobióticos
Reduzir o consumo de alimentos de origem animal. Entre carne e ovo opte pelo ovo que tem menos toxinas que as carnes Ao comer peixes prefira os de tamanho menor como a sardinha ao invés do atum.
Prefira alimentos orgânicos, cultivados sem agrotóxicos, pesticidas ou adubos químicos
Evite alimentos embalados em plásticos, principalmente manteigas e óleos Troque suas panelas pela feitas de inox
Prefira alimentos naturais, livres de corantes e conservantes químicos
Não fume e evite a exposição à fumaça de cigarro
Evite o consumo abusivo de álcool
Faça uso racional de medicamentos.
Evite a automedicação.
Prefira borrifar seu perfume na roupa e não na pele, alguns perfumes têm como fixador o arsênico, substância tóxica que representa riscos a saúde
Evite desodorantes antitraspirantes, pois o suor é uma importante via de detox e não deve ser inibida
Evite a exposição a produtos de limpeza, prefira os biodegradáveis.
O que incluir na dieta para impulsionar o sistema de detox: Vegetais Brássicos como couve flor, brócolis, couve manteiga, repolho, agrião, rúcula.
Faça cubinhos de gelo de couve com hortelã e acrescente um gelo desses no suco do café da manhã!
Clorofila
Alho e cebola, que devem ser ingeridos crus
Própolis
Chá Verde
Temperos como gengibre, páprica, curry, canela e alecrim
Frutas vermelhas, importantes fontes de antocianinas
Aloe vera 


Fonte: Site Loja Mundo Verde