Fruta da Estação: Morango

Quem não gosta de um morango?!

A fruta típica do inverno que é rica em vitamina C apresenta inúmeros benefícios à saúde. Mas não se esqueça: morango, sempre orgânico! Pois é uma fruta muito contaminada por agrotóxicos, ok?

morango-3

Alguns dos seus benefícios:

– Evita a retenção de líquidos: seu teor de potássio regula a quantidade de sódio (micronutriente responsável por reter água em nosso organismo);

– Mantém a pele saudável: seu poder antioxidante combate os radicais livres que danificam as células, e que consequentemente causam o envelhecimento da pele;

– Possui uma substancia chamada antocianina – que dá a coloração vermelha à fruta e faz com que o morango seja classificado como um alimento funcional por auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares e câncer;

– Por ser uma fonte rica em ácido fólico (nutriente indispensável durante a gestação), o consumo do morango favorece a multiplicação celular evitando malformações no feto;

– Estimula a circulação sanguínea;

– Altamente diurético: por ter 90 % de água em sua composição;

– Auxilia na redução do colesterol e evita a prisão de ventre.

Quercetina: um poderoso antioxidante

A quercetina é classificada como um flavonóide com ação antioxidante, combatendo os radicais livres que fazem tanto mal a nossa saúde.

quercetina

Algumas de suas fontes são: cebola roxa, maçã, chá verde, romã, brócolis, acelga e uva. Suas propriedades são ativas principalmente nesses alimentos crus ou pouco cozidos.

Alguns de seus benefícios:

– Reduz a formação de radicais livres de modo a combater as causas do envelhecimento e aumentar a longevidade;
– Fortalece o sistema imunológico reduzindo os processos alérgicos e as doenças pulmonares associadas (ação antibacteriana, antiviral e anti-inflamatória);
– Protege a função cerebral, melhora e estimula o desempenho mental, além de prevenir doenças degenerativas como Alzheimer;
– Mantém os níveis de colesterol saudáveis;
– Melhora a condição cardiovascular;
– Protege o DNA, impedindo a mutação celular e afastando as chances de câncer.

Estudos mostraram que a quercetina apresentou mais eficiência q a vitamina C contra a formação de células do câncer.

Fruta da Estação: Abacate

Você é do grupo que acha que o abacate engorda? Então vamos a explicação!

abacate

Por ser um alimento calórico e apresentar um alto teor de gordura, o abacate durante muito tempo foi considerado ruim para a saúde. Mas hoje essa fruta é vista de uma maneira completamente diferente.
Provou-se que o abacate é um alimento benéfico, não só pelas suas propriedades nutricionais, como funcionais também. Mesmo assim, seu consumo deve ser feito com moderação, pois trata-se de uma gordura. E seus benefícios?

1 – Gordura monoinsaturada: é fonte o ácido oléico (ômega 9) responsável por reduzir o colesterol total sem diminuir o HDL (popularmente conhecido como colesterol bom).

2 – Excelente fonte de vitaminas e minerais: vitamina C, vitamina E, folato, vitamina A, vitamina B6, potássio, ferro e magnésio.

3 – Diminuição da gordura abdominal: graças aos antioxidantes e vitaminas que reduzem o cortisol (hormônio que aumenta estresse, e consequentemente favorece o acúmulo de gordura abdominal).

4 – Saciedade: A gordura é um nutriente que naturalmente fornece saciedade. A gordura contida no abacate consegue gerar uma saciedade bem maior do que outras frutas, por exemplo.

Sugestão de consumo: duas colheres de sopa de abacate com limão e uma colher de chá de chia no lanche da tarde!

Bom apetite!

Pele bonita e saudável através da alimentação

Estamos cada vez mais preocupados com a estética. São inúmeras as tecnologias que visam manter a beleza de maneira rápida e eficaz.

pele

Mas já sabemos que os métodos estéticos podem não apresentar resultados tão significativos se não estiverem associados a uma dieta equilibrada e balanceada. A beleza deve ser conquistada de dentro pra fora, sempre!
De nada adianta se cuidar por fora, se tiver hábitos alimentares errados que agridem e desequilibram o seu organismo por dentro, não é mesmo?
Com o objetivo de manter uma pele sempre saudável, reunimos uma lista de alimentos que contribuem de maneira a prevenir ou amenizar alguns problemas:

Acne – Cenoura, mamão, pimentão, tomate, frutas cítricas, abóbora, carnes, peixes, aves, gérmen de trigo.
Manchas na pele – Soja e derivados, hortaliças verde-escuras, frutas cítricas, óleos vegetais.
Flacidez – Arroz, pães e massas integrais, abacate, abóbora, frutas vermelhas.
Pele seca – Soja, amêndoa, feijão, lentilha, grão-de-bico, nozes, castanha-do-Pará, linhaça, laranja, morango, limão, acerola.
Celulite – Azeite de oliva, algas marinhas, castanha-do-Pará, soja, aveia, frutas cítricas, água.
Olheiras – Folhas verdes, sementes, suco de clorofila, chá verde, semente de linhaça.

Agora é só abusar deste alimentos saudáveis!!

Até mais!

Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade

Você sabia que alguns transtornos como hiperatividade podem ter forte relação com o que consumimos?

hiperatividade

O TDAH é uma doença caracterizada pelo padrão persistente de desatenção e/ou hiperatividade.
E as pesquisas demonstram forte correlação entre casos de distúrbio de hiperatividade em pacientes sensíveis ao glúten!

O consumo exagerado de pães e massas seria o gatilho para o desenvolvimento dessas doenças neurológicas. Ao ingerir esses alimentos, as enzimas digestivas entram em ação para promover sua quebra, permitindo sua absorção adequada. No entanto, por ser uma molécula grande, alguns pedaços dessa proteína não são totalmente quebrados pelas enzimas. Assim, estas macromoléculas parcialmente digeridas podem ultrapassar a barreira intestinal, principalmente nos casos onde há uma permeabilidade intestinal alterada.
Ao atingir a corrente sanguínea, estas macromoléculas são identificadas pelo sistema de células de defesa como “invasoras”, havendo formação de um complexo antígeno-anticorpo. Este complexo viaja pela corrente sanguínea e pode se depositar, por exemplo, no sistema nervoso e causar sintomas psiquiátricos, cognitivos e de comportamento. Nesses casos, a retirada do glúten da dieta aliviou os sintomas em um número significativo de pessoas.

Outras pesquisas também concluiram que corantes à base de benzoato e conservantes encontrados em alimentos infantis e refrigerantes podem ser relacionados à hiperatividade e distúrbios de concentração em 300 crianças de 3, 8 e 9 anos de idade.
O pesquisador responsável pelo estudo, defendeu que um conservante usado em sorvetes e doces, estavam ligadas a um aumento de hiperatividade.

A complementação do tratamento com a Nutrição é, com certeza, garantia de sucesso na melhora dos sintomas e da qualidade de vida do paciente. Procure sempre um nutricionista funcional!

Até a próxima!

Alimentação para corredores

Hoje resolvi falar um pouco sobre alimentação para corredores.

comece-a-correr-com-fartlek-destaque

Tanto antes, quanto depois dos treinos, o alimento ingerido pode influenciar diretamente no desempenho e na recuperação de atletas.

A primeira dica é avaliar quanto tempo você tem da refeição até a hora que vai começar a atividade. Por exemplo, se você corre as 6h da manhã e faz um pré-treino imediato você tem uma necessidade. Já se você tem de 30 minutos a um hora até o começo da atividade, a necessidade é outra. Sem falar na intensidade do exercício, tempo e suas particularidades, claro!

Se esse tempo for maior e você tiver, por ex., uma hora para digerir o alimento antes de começar a atividade, o ideal é combinar um carboidrato complexo, com baixo índice glicêmico (absorção mais lenta pelo organismo) com uma proteína magra (ex: sanduíche de pão integral com recheios protéicos magros).
Se a alimentação for muito próxima da atividade, podemos investir nos carboidratos de médio a alto índice glicêmico (absorção mais rápida pelo organismo), como tapioca, mel, banana.

Vale lembrar que, que se seu treino for longo (acima de uma hora de duração), a ingestão de géis de carboidrato, ou frutas tipo tâmaras, banana passa, damasco seco) ou outras fontes de carboidrato é fundamental.

Já para o pós-treino, o importante é focar na recuperação da energia utilizada durante a corrida.
É fundamental usar um carboidrato simples, de maior índice glicêmico, para que a absorção seja mais rápida. Tapioca, mel ou um suco de frutas são boas opções. Sempre aliado a proteína, que é fundamental!
Opções: Whey protein batido com suco de manga ou melancia ou sanduíche de pão integral ou tapioca com queijo branco magro.

Bons treinos!!!

Food Detective Test

Outro dia publiquei no meu instagram (@carolvianamarquesnutri) sobre um teste que venho fazendo na clínica.

fooddetectiveprocedure

Chama-se FOOD DETECTIVE TEST. Um exame rápido, feito no consultório e praticamente indolor: com apenas uma gotinha de sangue são testados 59 alimentos que podem estar causando mais de 150 sintomas descritos na literatura médica, entre eles: asma, enxaqueca, inchaço abdominal, diarreia ou constipação…

O resultado é entregue numa tabela onde aparecem os alimentos testados, sendo classificados em:
Permitidos, intolerância baixa (evitar estes alimentos por 2 meses)
Intolerância moderada (evitar por 3 meses) e intolerância severa (evitar por 5-6 meses).

food-detective-45-percent

O que é bom para uma pessoa pode ser um veneno para você!

E o corpo dá sinais! Escute o que ele fala!