Dieta anti-inflamatória para combater a celulite

A celulite é uma inflamação, caracterizada por gordura aprisionada nos tecidos, que dificulta a renovação das células e favorece não só o surgimento dos “furinhos” na pele, mas também o excesso de peso, a flacidez e o envelhecimento precoce.

O perfeito funcionamento celular e de cada órgão ocorre apenas quando o organismo está livre de toxinas e substâncias inflamatórias e recebendo todos os nutrientes necessários para suas funções.

Encontramos exemplos de nutrientes com potencial anti-inflamatório nos seguintes alimentos:

– óleo de abacate: possui inúmeros compostos que trabalham em conjunto no combate à inflamação. Isto inclui os carotenóides, fitosteróis, ácidos graxos ômega-3 e ômega-9 e a vitamina E.

– óleos de peixe, chia e linhaça: ricos em ômega-3, ácido graxo que diminui significativamente a produção e efetividade de prostaglandinas – substâncias naturais similares a hormônios, que podem acentuar a inflamação.

– cranberry, goji berries: são ricas em flavonóides (como as antocianinas), que neutralizam a ação dos radicais livres, moléculas responsáveis por danos ao nosso organismo. Pesquisas têm mostrado que as antocianinas inibem a enzima ciclooxigenase (impedindo a síntese de prostaglandinas) de modo mais eficiente do que alguns medicamentos anti-inflamatórios. Melhor ainda: sem os efeitos colaterais indesejáveis!

– suco de uva integral: a atividade anti-inflamatória desse alimentos fica por conta do resveratrol. Além disso, os antioxidantes fenólicos relaxam os vasos sanguíneos, favorecendo a circulação e auxiliando na prevenção da celulite.

– romã: o ácido elágico presente na fruta possui excelente atividade anti-inflamatória, prevenindo contra as alterações celulares causadas pelos radicais livres.

– gengibre: o gingerol, principal composto bioativo deste alimento, inibe a formação de moléculas pró-inflamatórias, além de preservar as moléculas anti-inflamatórias.

– chá verde: fonte de epigalocatequina galato (EGCG), é anti-inflamatório e termogênico, favorecendo também o emagrecimento. E, ainda, o chá ajuda a hidratar o tecido, outro aspecto importante para melhorar a aparência da celulite.

– licopeno: o licopeno é o antioxidante mais potente entre os carotenoides, protegendo o organismo contra o estresse oxidativo. Ele reduz os mediadores inflamatórios, além de melhorar a circulação sanguínea.

– aveia:  É fonte de silício, mineral importante para a produção de colágeno, substância responsável pela firmeza e elasticidade da pele.

Além de incluir esses alimentos no cardápio, é fundamental a redução do consumo de produtos com alto potencial inflamatório, como os embutidos, as carnes gordas, o leite integral, os doces, os refrigerantes, os alimentos refinados, os enlatados e os produtos industrializados em geral. Esses itens também tendem a acidificar o nosso organismo. E para estar em equilíbrio e reduzir a produção de substâncias inflamatórias, o pH sanguíneo deve estar alcalino.

Fonte: http://www.mundoverde.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s