>Receita Vitamina Roxa

>Ingredientes:

– 1 xícara de café de framboesas congeladas
– 1 xícara de café de amoras congeladas
– 1 colher de cafe de chá branco seco
– 1/4 de copo americado de água
– 1/2 copo americano de suco de uva ntegral
– 1 colher de café de guaraná em pó
– 1 colher de café de geléia real
– 1 colher de café de própolis (estrato glicólico)

Modo de Preparo: Ferva a água e desligue o fogo. acrescente o chá branco e deixe em infusão por 5 a 10 minutos. Deixe esfriar e bata com o restante dos ingredientes no liquidificador até obter um líquido homogêneo.
Sirva e seguida.

Propriedades funcionais dos ingredientes:
  • Chá branco: contém polifenóis como as catequinas, que são antioxidantes e atuam no processo de destoxificação
  • Frutas vermelhas: contém fitoquímicos. Desempenham ações antioxidantes, combatendo as espécies reativas de oxigênio, previnem contra o câncer, conferem ação hepatoprotetora, além de atuarem na proteção de olhos e neurônios. Observa-se também ações antiinflamatórias naturais e prevenção contra doenças cardiovasculares
  • Geléa Real: possui ação hepatoprotetora, hipocolesterolêmica, antiaterosclerótica e vasodilatadora.
  • Própolis: possui grande quantidade de flavonóides. Ações anti-viral, antiinflamatória, antioxidante e imunomoduladora
FONTE: Revista Nutrição Saúde e Performance
Anúncios

>Benefícios da Linhaça

> O nome botânico da linhaça é Linum usitatissimum da família Linaceae. A semente é chata, ovalada e pontiaguda. A linhaça tradicional é de cor marrom avermelhada, brilhante, com uma textura firme e mastigável. Seu sabor é parecido com o da castanha e é levemente amargo.
A Linhaça é rica em proteína, gordura e fibras dietéticas, análises da linhaça canadense mostraram uma média de 41% de gordura, 28% de fibras dietéticas, 21% de proteína, 4% de resíduos e 6% de outros carboidratos (os quais incluiriam açúcares, ácidos fenólicos, lignana e hemicelulose).

A quantidade de calorias presente em 100 gramas de linhaça é de 396 kcal, sendo 109 kcal de proteína e 287 kcal de lipídios. Isto corresponde a 30,90 g de lipídios e 24,40 g de proteínas.
A composição de aminoácido encontrada na proteína da linhaça é similar ao da proteína de soja, que é vista como uma das mais nutritivas proteínas vegetais. As proteínas da linhaça são a albumina e a globulina. Elas respondem por cerca de 20 a 42% da proteína da linhaça.
A linhaça é composta por 57% de ácidos graxos ômega-3, 16% de ômega-6, 18% de ácido graxo monoinsaturado e somente 9% de ácidos graxos insaturados. A predominância do ômega-3 na semente da linhaça tem sido correlacionada com a prevenção das doenças coronarianas e câncer.

As fibras dietéticas, no total, respondem por cerca de 28% do peso seco de linhaça. Pela presença das fibras solúveis, a linhaça apresenta efeitos fisiológicos na dislipidemia e arteriosclerose.
A linhaça é particularmente rica em potássio, fornecendo cerca de 7 vezes mais que a banana. A vitamina E está presente na linhaça primariamente como gama-tocopherol funcionando como um antioxidante biológico.

A linhaça exerce proteção contra certos tipos de câncer, particularmente aqueles sensíveis à hormônios como os de mama, endométrio e próstata. Reduz os níveis de colesterol sangüíneo, o risco de doenças cardiovasculares e modula o sistema imune.A linhaça contém 2 componentes que afetam favoravelmente o sistema imune: ácido alfa-linoléico (ALA) ou ácido graxo ômega-3, e lignanas (fitoestrógeno).

Modo de usar: em sucos, frutas ou iogurte.

>Verduras e legumes

>

Sim, é óbvio que você já sabe de cor e salteado que, numa dieta balanceada, os legumes e as verduras não devem ficar de fora. Que eles são fontes ricas em nutrientes essenciais para a saúde, como vitaminas e antioxidantes. E que, infelizmente, a quantidade diária recomendada pelos médicos, de quatro a cinco porções por dia, está muito além do que você consegue consumir. Para estimularem as pessoas a chegar a uma quantidade próxima à preconizada, os nutricionistas sugerem receitas de todos os tipos, até frituras, por que não? O que provavelmente você não sabe é que, dependendo de como são preparados, legumes e vegetais perdem boa parte das vitaminas e sais minerais. E, inversamente, podem ter alguns de seus compostos mais bem absorvidos pelo organismo. “Quando colocamos legumes para cozinhar em água fria, 35% dos carboidratos, vitaminas e minerais se transferem para ela, formando um caldo saboroso e rico em nutrientes.


Couve-manteiga: rica em clorofila e glicosinolatos. Fonte de vitaminas A e C, betacaroteno, ácido fólico, cálcio, ferro, fósforo e potássio. Cozinhar em muita água, podem-se perder até 40% de seus nutrientes e que congelar e descongelar, não há perdas significativas de nutrientes.

Cenoura: Rica em vitaminas A e C e betacaroteno. Fonte de sódio, potássio e carboidratos. Cozinhar em água, há perda de 10% a 50% da vitamina C. Para minimizar as perdas, o ideal é cozinhá-la inteira, em pouca água e fogo brando ou no vapor, por 25 a 35 minutos. O cozimento aumenta a disponibilidade de vitamina A. Congelar e descongelar: diminui-se o índice glicêmico e não há perda significativa de nutrientes

Berinjela: Boa fonte de antocianinas. Cozinhar em grande quantidade de água e a altas temperaturas, há perda de até 50% da vitamina C e de até 25% da vitamina B. Assar perdem-se poucos minerais e ativam-se as antocianinas, presentes na sua cor roxa

Ervilha: Boa fonte de vitaminas A, B e C. Tem ainda fósforo, cálcio, potássio, zinco, selênio e ferro. Em água, a perda é mais elevada. Por isso, o melhor é prepará-la no vapor.

Batata: rica em carboidratos, fibras, fósforo, vitaminas C e do complexo B. Também tem potássio, cálcio, ferro, magnésio e zinco. O cozimento em água elimina de 10% a 50% da vitamina C. No vapor, essa perda é menor (de 5% a 20%).

Tomate: Fonte abundante de licopeno. Boa quantidade de potássio, sódio, fósforo, cálcio, magnésio, ferro, fibras, vitamina C e betacaroteno. Cozinhar perde para a água parte da vitamina C. Mas, com a adição de azeite, a absorção do licopeno pelo organismo é favorecida. Assar ativa-se o licopeno. Fritar/refogar em óleo: a absorção do licopeno é melhor. Esquentar no micro-ondas perde-se o licopeno.

Brócolis: rico em vitaminas A e C e antioxidantes, como glicosinolatos e betacaroteno.Cozinhar no vapor, não há perda de vitaminas nem de antioxidantes. Na água, boa parte das vitaminas é eliminada. Fritar/refogar em óleo não há perda de nutrientes. Além disso, como os glicosinolatos são mais liberados na gordura, a fritura facilita sua absorção pelo organismo.

Revista Veja – 12 de outubro de 2009

>Você já se perguntou por que a cada dia ficamos mais doentes ?

>

Hoje em dia consumimos de 20 até 50 vezes mais alimentos PRÓ-INFLAMATÓRIOS do que ANTIINFLAMATÓRIOS, o que provoca um desequilíbrio entre as substâncias que controlam a inflamação no nosso organismo. Isso acarreta em uma produção maior de substâncias que estimulam a inflamação, e esta sem controle pode minar nossas defesas e favorecer o aparecimento de várias doenças.
É esta inflamação silenciosa que está intimamente envolvida na gênese de várias doenças cada vez mais comuns na vida moderna, como aterosclerose, infarto, derrame, diabetes, hipertensão, Alzheimer, alguns tipos de Câncer, envelhecimento precoce e deformações estéticas.
Apesar de ser potencialmente perigosa, a boa notícia é que ela pode ser modulada pela nossa dieta e por outros fatores ligados ao estilo de vida. Logo, podemos controlar e reverter esse processo!
Portanto, mais um motivo para não descuidar da alimentação!
Não se esqueça da importância da hidratação, sono adequado e prática de atividade física! E abuse dos alimentos antiinflamatórios!

Alguns alimentos antiinflamatórios: Salmão, sardinha, truta, atum, bacalhau, óleo de linhaça, azeite de oliva extra – virgem, vegetais de folhas verdes, maçã, pêra, nozes, framboesa, amora, alcachofra, feijão, aveia, arroz integral, semente de linhaça, pimenta, gengibre, cúrcuma, chá verde e suco de uva integral

Fonte: Livro Dieta Antiinflamatória

>Perca peso com a “dieta do Twitter”

>Uma nova dieta vem fazendo sucesso no Twitter, na medida em que estimula seus usuários a compartilharem informações sobre tudo o que comem com seus seguidores. Batizado de
Tweet What You Eat (algo como Tuíte o Que Você Come), o diário on-line tem feito com que usuários reduzam o consumo de calorias por vergonha de tornar públicos os seus excessos à mesa. A “dieta” do Twitter já tem mais de 9.000 seguidores, inclusive alguns famosos que atestaram sua eficácia. Entre eles está o cineasta e ator britânico Stephen Fry, que supostamente perdeu cerca de seis quilos em seis meses. No site do aplicativo, é possível encontrar um banco de dados com o número de calorias de diversos alimentos, além de um fórum para discutir com outros colegas de dieta. Para usá-lo, basta seguir o perfil TWYE e aguardar que ele o siga também. Depois, em vez de digitar o que você está fazendo, escreva o que você comeu e envie, na forma de mensagem direta, para o TWYE. Segundo reportagem do tabloide The Sun, o aplicativo foi idealizado por Alex Weiss, quando ela tentava emagrecer para seu casamento. Ela conta que decidiu construir a ferramenta no Twitter porque sabia que assim poderia atualizá-la através do telefone, mensagens instantâneas ou internet. “Essa acessibilidade significou não ter desculpas para omitir um dia no diário”, explica.

Fonte: Revista Época